Gostou do nosso conteúdo? Cadastre seu e-mail e seja informado (a) sobre novas publicações e tenha acesso a conteúdo exclusivo.

Bíblia de Estudo Online

1 Coríntios 9 Estudo: O Ministério de Paulo

1 Coríntios 9 Estudo: O Ministério de Paulo

Em 1 Coríntios 9, Paulo inicia fazendo a defesa do seu ministério. Os falsos mestres o estavam acusando de não ser apóstolo e além disso, que a sua principal motivação na pregação do Evangelho era a ganância e nada mais.

Paulo apresenta sua defesa e dá argumentos contundentes no relato. Ele defende o seu direito de receber ofertas e sustento para pregar o Evangelho, pois é algo que está assegurado pela Palavra de Deus.

Ao falar sobre a sua motivação em pregar o Evangelho ele diz que ama fazer isso, de qualquer forma a ele é imposta a necessidade de pregar o Evangelho e fazendo-o ele faz com alegria (Ver 1 Coríntios 8 Estudo).

1 Coríntios 9.1 – 5: Paulo defende o seu apostolado

1 Não sou livre? Não sou apóstolo? Não vi Jesus, nosso Senhor? Não são vocês resultado do meu trabalho no Senhor?

2 Ainda que eu não seja apóstolo para outros, certamente o sou para vocês! Pois vocês são o selo do meu apostolado no Senhor.

3 Esta é minha defesa diante daqueles que me julgam.

4 Não temos nós o direito de comer e beber?

5 Não temos nós o direito de levar conosco uma esposa crente como fazem os outros apóstolos, os irmãos do Senhor e Pedro?

1 Coríntios 9.6 – 14: Paulo defende o seu direito de receber sustento

6 Ou será que só eu e Barnabé não temos direito de receber sustento sem trabalhar?

7 Quem serve como soldado à própria custa? Quem planta uma vinha e não come do seu fruto? Quem apascenta um rebanho e não bebe do seu leite?

8 Não digo isso do ponto de vista meramente humano; a Lei não diz a mesma coisa?

9 Pois está escrito na Lei de Moisés: “Não amordace o boi enquanto ele estiver debulhando o cereal”. Por acaso é com bois que Deus está preocupado?

10 Não é certamente por nossa causa que ele o diz? Sim, isso foi escrito em nosso favor. Porque “o lavrador quando ara e o debulhador quando debulha, devem fazê-lo na esperança de participar da colheita”.

11 Se entre vocês semeamos coisas espirituais, seria demais colhermos de vocês coisas materiais?

12 Se outros têm direito de ser sustentados por vocês, não o temos nós ainda mais? Mas nós nunca usamos desse direito. Ao contrário, suportamos tudo para não colocar obstáculo algum ao evangelho de Cristo.

13 Vocês não sabem que aqueles que trabalham no templo alimentam-se das coisas do templo, e que os que servem diante do altar participam do que é oferecido no altar?

14 Da mesma forma, o Senhor ordenou àqueles que pregam o evangelho, que vivam do evangelho.

1 Coríntios 9.15 – 18: Paulo e a necessidade de pregar o Evangelho

15 Mas eu não tenho usado de nenhum desses direitos. Não estou escrevendo na esperança de que vocês façam isso por mim. Prefiro morrer a permitir que alguém me prive deste meu orgulho.

16 Contudo, quando prego o evangelho, não posso me orgulhar, pois me é imposta a necessidade de pregar. Ai de mim se não pregar o evangelho!

17 Porque, se prego de livre vontade, tenho recompensa; contudo, como prego por obrigação, estou simplesmente cumprindo uma incumbência a mim confiada.

18 Qual é, pois, a minha recompensa? Apenas esta: que, pregando o evangelho, eu o apresente gratuitamente, não usando, assim, dos meus direitos ao pregá-lo.

1 Coríntios 9.19 – 23: O objetivo de Paulo

19 Porque, embora seja livre de todos, fiz-me escravo de todos, para ganhar o maior número possível de pessoas.

20 Tornei-me judeu para os judeus, a fim de ganhar os judeus. Para os que estão debaixo da Lei, tornei-me como se estivesse sujeito à Lei (embora eu mesmo não esteja debaixo da Lei), a fim de ganhar os que estão debaixo da Lei.

21 Para os que estão sem lei, tornei-me como sem lei (embora não esteja livre da lei de Deus, e sim sob a lei de Cristo), a fim de ganhar os que não têm a Lei.

22 Para com os fracos tornei-me fraco, para ganhar os fracos. Tornei-me tudo para com todos, para de alguma forma salvar alguns.

23 Faço tudo isso por causa do evangelho, para ser co-participante dele.

1 Coríntios 9.24 – 27: O atleta cristão

24 Vocês não sabem que de todos os que correm no estádio, apenas um ganha o prêmio? Corram de tal modo que alcancem o prêmio.

25 Todos os que competem nos jogos se submetem a um treinamento rigoroso, para obter uma coroa que logo perece; mas nós o fazemos para ganhar uma coroa que dura para sempre.

26 Sendo assim, não corro como quem corre sem alvo, e não luto como quem esmurra o ar.

27 Mas esmurro o meu corpo e faço dele meu escravo, para que, depois de ter pregado aos outros, eu mesmo não venha a ser reprovado.

Sobre o autor | Website

Diego Nascimento é membro da Primeira Igreja Batista de João Pessoa, estudante de Teologia e Administração. Seu amor por Jesus o inspirou a fundar esse site.

Faça Parte da Nossa Comunidade!

Gostou do nosso conteúdo? Cadastre seu e-mail e seja informado sobre novas publicações.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.