Scroll Top

 Gostou do nosso conteúdo? Cadastre seu e-mail e seja informado (a) sobre novas publicações e tenha acesso a conteúdo exclusivo.

Bíblia de Estudo Online

Efésios 4 Estudo: Unidade e Atuação do Espírito

Efésios 4 Estudo: Unidade e Atuação do Espírito

Em Efésios 4, Paulo fala sobre como os cristãos devem proceder agora, em Jesus Cristo. Eles devem ser promotores da paz, da união e não o contrário. Devemos ser influenciados pelo Espírito Santo, precisamos ser dirigidos por seu amor.

O Senhor Jesus Cristo distribuiu dons e talentos na igreja de forma que cada cristão seja útil para o crescimento do corpo de Jesus Cristo e do Reino de Deus.

Não podemos viver na prática do pecado. Precisamos nos despir do velho homem e de todos os seus vícios. O pecado entristece ao Espírito de Deus se quisermos ter um bom relacionamento com Ele, precisamos respeitá-lo (Ver Efésios 3).

Efésios 4.1 – 7: A unidade do Espírito e o vínculo da paz

1 Como prisioneiro no Senhor, rogo-lhes que vivam de maneira digna da vocação que receberam.

2 Sejam completamente humildes e dóceis, e sejam pacientes, suportando uns aos outros com amor.

3 Façam todo o esforço para conservar a unidade do Espírito pelo vínculo da paz.

4 Há um só corpo e um só Espírito, assim como a esperança para a qual vocês foram chamados é uma só;

5 há um só Senhor, uma só fé, um só batismo,

6 um só Deus e Pai de todos, que é sobre todos, por meio de todos e em todos.

7 E a cada um de nós foi concedida a graça, conforme a medida repartida por Cristo.

Efésios 4.8 – 16: A obra do ministério e o corpo de Cristo

8 Por isso é que foi dito: “Quando ele subiu em triunfo às alturas, levou cativos muitos prisioneiros, e deu dons aos homens”.

9 (Que significa “ele subiu”, senão que também havia descido às profundezas da terra?

10 Aquele que desceu é o mesmo que subiu acima de todos os céus, a fim de encher todas as coisas.)

11 E ele designou alguns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas, e outros para pastores e mestres,

12 com o fim de preparar os santos para a obra do ministério, para que o corpo de Cristo seja edificado,

13 até que todos alcancemos a unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus, e cheguemos à maturidade, atingindo a medida da plenitude de Cristo.

14 O propósito é que não sejamos mais como crianças, levados de um lado para outro pelas ondas, nem jogados para cá e para lá por todo vento de doutrina e pela astúcia e esperteza de homens que induzem ao erro.

15 Antes, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo.

16 Dele todo o corpo, ajustado e unido pelo auxílio de todas as juntas, cresce e edifica-se a si mesmo em amor, na medida em que cada parte realiza a sua função.

Efésios 4.17 – 21: Não podemos viver na prática do pecado

17 Assim, eu lhes digo, e no Senhor insisto, que não vivam mais como os gentios, que vivem na inutilidade dos seus pensamentos.

18 Eles estão obscurecidos no entendimento e separados da vida de Deus por causa da ignorância em que estão, devido ao endurecimento do seu coração.

19 Tendo perdido toda a sensibilidade, eles se entregaram à depravação, cometendo com avidez toda espécie de impureza.

20 Todavia, não foi isso que vocês aprenderam de Cristo.

21 De fato, vocês ouviram falar dele, e nele foram ensinados de acordo com a verdade que está em Jesus.

Efésios 4.22 – 32: O velho homem e o novo homem

22 Quanto à antiga maneira de viver, vocês foram ensinados a despir-se do velho homem, que se corrompe por desejos enganosos,

23 a serem renovados no modo de pensar e

24 a revestir-se do novo homem, criado para ser semelhante a Deus em justiça e em santidade provenientes da verdade.

25 Portanto, cada um de vocês deve abandonar a mentira e falar a verdade ao seu próximo, pois todos somos membros de um mesmo corpo.

26 “Quando vocês ficarem irados, não pequem”. Apazigúem a sua ira antes que o sol se ponha,

27 e não dêem lugar ao Diabo.

28 O que furtava não furte mais; antes trabalhe, fazendo algo de útil com as mãos, para que tenha o que repartir com quem estiver em necessidade.

29 Nenhuma palavra torpe saia da boca de vocês, mas apenas a que for útil para edificar os outros, conforme a necessidade, para que conceda graça aos que a ouvem.

30 Não entristeçam o Espírito Santo de Deus, com o qual vocês foram selados para o dia da redenção.

31 Livrem-se de toda amargura, indignação e ira, gritaria e calúnia, bem como de toda maldade.

32 Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus os perdoou em Cristo.

Sobre o autor | Website

Diego Nascimento é membro da Primeira Igreja Batista de João Pessoa, estudante de Teologia e Administração. Seu amor por Jesus o inspirou a fundar esse site.

Faça Parte da Nossa Comunidade!

Gostou do nosso conteúdo? Cadastre seu e-mail e seja informado sobre novas publicações.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.