Versículos Bíblicos

O texto original da Bíblia Sagrada foi escrito sem a divisão de capítulos e versículos bíblicos. Sendo assim, o que ocorreu na história para que a divisão fosse feita?

Divisão da Bíblia em Capítulos

O texto escrito de maneira contínua dificulta, com certeza, a compreensão e a pesquisa. No princípio diversas tentativas foram feitas por judeus e cristãos para organizar o texto bíblico em seções que facilitassem a compreensão.

Versículos Bíblicos

O inglês Estevão Lagnton foi o responsável pela divisão em capítulos do Antigo Testamento e do Novo Testamento. Os textos base utilizados foram os latinos, da Vulgata de São Jerônimo.

Lagnton era arcebispo da Cantuária e havia sido chanceler da Universidade de Paris. Sendo portanto, alguém bastante capaz.   

A divisão da Bíblia Sagrada em Capítulos feita por Lagnton, tornou-se universal e é muito próxima à que temos atualmente nas nossas Bíblias. Sua obra foi concluída em cerca de 1226. 

O Surgimento dos Versículos Bíblicos

O pioneiro na divisão da Palavra de Deus em versículos bíblicos foi São Pagnino. Um judeu convertido que dedicou 25 anos de sua vida a tradução da Bíblia, e concluiu sua obra em 1527, sendo esta impressa em Lion.

Contudo, foi Roberto Estienne, impressor amplamente respeitado na época, que deu origem a atual divisão de versículos bíblicos do Novo Testamento. Isso ocorreu em 1551.

Devemos ser gratos a Deus pela vida de todas as pessoas envolvidas na divisão da Bíblia em capítulos e versículos bíblicosIsto, porque a nossa compreensão, forma de estudo e pesquisa foram revolucionadas por esta nova maneira de ler a Bíblia.

A partir disso, a Bíblia pode ser lida de maneira universal com base em uma única maneira de divisão. 

Bíblia Com Capítulos e Versículos Bíblicos

A Bíblia de Genebra publicada em 1560, na Suíça foi a primeira Bíblia totalmente impressa com a divisão de capítulos e versículos bíblicos.

A Bíblia de Genebra adotou o sistema de divisão em capítulos criada por Stephen Langton. Já para a divisão em versículos bíblicos foi adotado o sistema de Robert Estienne.

A Igreja católica, através do Papa Clemente VII também aderiu a nova divisão. Foi então que uma nova versão da Bíblia em latim, para uso da Igreja Católica foi criada.

Com todas estas mudanças, o final do século XVI foi decisivo. Judeus, católicos e protestantes aceitaram a nova divisão de capítulos criada por Stephen Langton e a divisão em versículos bíblicos criada por Robert Estienne.

A partir daí, este novo modelo de divisão da Bíblia foi aceito em todo o mundo, tanto para capítulos como para versículos bíblicos, ainda hoje.

Quantos Capítulos e Versículos Têm na Bíblia?

De acordo com a divisão de Stephen Langton, feita em 1228 a Bíblia Evangélica contém 66 livros, 929 capítulos no Antigo Testamento e 260 no Novo Testamento. Totalizando 1.189 capítulos.

O número de versículos bíblicos da Bíblia Evangélica é de 23.145 no Antigo Testamento e 7.957 no Novo Testamento. Juntos eles totalizam 31.102 versículos bíblicos.

A Bíblia Católica apresenta uma variação nestes números devido a uma quantidade maior de livros em suas traduções.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.