Scroll Top

 Gostou do nosso conteúdo? Cadastre seu e-mail e seja informado (a) sobre novas publicações e tenha acesso a conteúdo exclusivo.

Bíblia de Estudo Online

1 Coríntios 5 Estudo: Fermento Velho e Falsos Irmãos

1 Coríntios 5 Estudo: Fermento Velho e Falsos Irmãos

Em 1 Coríntios 5, Paulo faz uma advertência grave aos coríntios, isso porque entre eles havia um caso de incesto e ninguém fez nada para resolver.

Paulo ordena que os culpados sejam tratados e disciplinados. A impunidade não é sempre sinônimo de misericórdia. Devemos estar atentos porque um pouco de fermento leveda toda a massa.

Ele encerra exortando aos cristãos sinceros que não se associem, ou seja não tenham amizade íntima com falsos cristãos. Aqueles que dize temer a Jesus Cristo, mas amam a prática do pecado (Ver 1 Coríntios 4 Estudo).

1 Coríntios 5.1 – 5: Caso de incesto na igreja

1 Por toda parte se ouve que há imoralidade entre vocês, imoralidade que não ocorre nem entre os pagãos, ao ponto de um de vocês possuir a mulher de seu pai.

2 E vocês estão orgulhosos! Não deviam, porém, estar cheios de tristeza e expulsar da comunhão aquele que fez isso?

3 Apesar de eu não estar presente fisicamente, estou com vocês em espírito. E já condenei aquele que fez isso, como se estivesse presente.

4 Quando vocês estiverem reunidos em nome de nosso Senhor Jesus, estando eu com vocês em espírito, estando presente também o poder de nosso Senhor Jesus Cristo,

5 entreguem esse homem a Satanás, para que o corpo seja destruído, e seu espírito seja salvo no dia do Senhor.

1 Coríntios 5.6 – 8: O fermento velho

6 O orgulho de vocês não é bom. Vocês não sabem que um pouco de fermento faz toda a massa ficar fermentada?

7 Livrem-se do fermento velho, para que sejam massa nova e sem fermento, como realmente são. Pois Cristo, nosso Cordeiro pascal, foi sacrificado.

8 Por isso, celebremos a festa, não com o fermento velho, nem com o fermento da maldade e da perversidade, mas com os pães sem fermento, os pães da sinceridade e da verdade.

1 Coríntios 5.9 – 13: Não devemos nos associar com falsos irmãos

9 Já lhes disse por carta que vocês não devem associar-se com pessoas imorais.

10 Com isso não me refiro aos imorais deste mundo, nem aos avarentos, aos ladrões ou aos idólatras. Se assim fosse, vocês precisariam sair deste mundo.

11 Mas agora estou lhes escrevendo que não devem associar-se com qualquer que, dizendo-se irmão, seja imoral, avarento, idólatra, caluniador, alcoólatra ou ladrão. Com tais pessoas vocês nem devem comer.

12 Pois, como haveria eu de julgar os de fora da igreja? Não devem vocês julgar os que estão dentro?

13 Deus julgará os de fora. “Expulsem esse perverso do meio de vocês.”

Sobre o autor | Website

Diego Nascimento é membro da Primeira Igreja Batista de João Pessoa, estudante de Teologia e Administração. Seu amor por Jesus o inspirou a fundar esse site.

Faça Parte da Nossa Comunidade!

Gostou do nosso conteúdo? Cadastre seu e-mail e seja informado sobre novas publicações.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.