Gostou do nosso conteúdo? Cadastre seu e-mail e seja informado (a) sobre novas publicações e tenha acesso a conteúdo exclusivo.

Estudos Bíblicos

Estudo Bíblico Sobre Amor: 5 Caminhos do Amor na Bíblia

Estudo Bíblico Sobre Amor: 5 Caminhos do Amor na Bíblia

O amor é a palavra mais comumente usada nos nossos dias para revelar carinho, devoção, cuidado, compromisso, etc. Amor na bíblia, no entanto é algo muito mais intenso e profundo do que aquilo que é revelado por Shakespeare ou pelas novelas.

Para a ficção dos nossos dias ele possui enredo de morte, traição, separação, dor, frustração, e mais uma porção grande de sentimentos ruins e situações adversas.

Neste estudo bíblico sobre amor veremos:

  • Quais os Tipos de Amor?
  • Qual a Importância do Amor na Bíblia?
  • As Características do Amor Na Bíblia
  • Quem Deve Ser o Meu Maior Amor?
  • O Amor ao Próximo e a Atitude

Quais os Tipos de Amor?

A palavra em português não apresenta a totalidade do sentido de algumas passagens bíblicas, devido a limitação da língua. Para expandir os nossos horizontes precisamos conhecer ao menos, as expressões mais importantes do grego antigo, língua na qual o Novo Testamento foi escrito:

Érōs de Eros (ἔρως)amor romântico ou de natureza sexual. É intenso e poderoso. Salomão chega a dizer que ele é forte como a morte (Cânticos 8.6)

Philos de Philia (φιλία) – é um amor expansivo, mais voltado para descrever relacionamentos com familiares e amigos. Embora tenha essa natureza, ele demonstra lealdade e compromisso.

Stérgō (στοργή)amor natural, aquele que existe de pais para filhos. Normalmente essa expressão é utilizada para representar o afeto familiar.

Agápē de Ágape (ἀγάπη)Amor que se doa, incondicional. Ágape é a melhor forma de entender o amor de Deus pela humanidade revelado em Jesus Cristo. Sua morte na cruz e sua ressurreição são o melhor exemplo (João 3.16).

Quero deixar claro, que essas não são todas as palavras gregas para amor, apenas as mais comuns. Se desejar aprofundar seu conhecimento nessa parte, faça uma pesquisa mais intensa. Tendo isso em mente sigamos em frente.

Faça Parte da Nossa Comunidade!

Gostou do nosso conteúdo? Cadastre seu e-mail e seja informado sobre novas publicações.

Qual a Importância do Amor na Bíblia?

Ainda que eu fale as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver amor, serei como o sino que ressoa ou como o prato que retine. Ainda que eu tenha o dom de profecia e saiba todos os mistérios e todo o conhecimento, e tenha uma fé capaz de mover montanhas, mas não tiver amor, nada serei. Ainda que eu dê aos pobres tudo o que possuo e entregue o meu corpo para ser queimado, mas não tiver amor, nada disso me valerá. (1 Coríntios 13:1-3)

A Bíblia Sagrada apresenta o amor como a maior de todas as virtudes humanas. Nada definitivamente se compara a ele.

O Espírito Santo através do Apóstolo Paulo, o coloca acima de sabedoria e dons espirituais. Chegando a dizer que ainda que dominasse completamente os dois, seria vazio se não o tivesse.

Até mesmo a caridade, as boas ações e o próprio martírio não são superiores a esse sentimento, se essas atitudes não foram completamente motivadas por ele, “nada disso me valerá”, disse Paulo.

As Características do Amor Na Bíblia

O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha. Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor. O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor nunca perece; mas as profecias desaparecerão, as línguas cessarão, o conhecimento passará. (1 Coríntios 13:4-8)

Esses versículos por si só falam. O Espírito Santo apresenta o maior dos sentimentos, tal como o próprio Deus o vê, o percebe e o manifesta.

Na bíblia não é como na ficção. Cheio de ódio, traição, insano. O contrário é verdade. É cheio de paciência. Bondade. Não invejoso. Humilde. Ele é antagônico ao que o mundo pensa, vê e manifesta.

Na bíblia não é cheio de cobiça nem é dramático, “não se ira facilmente”, “não guarda rancor”. Não é totalmente entregue a sentimentalismo. Na bíblia ele é controlado. “Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta”. Tudo, literalmente vai cessar. Ele não!

“Assim, permanecem agora estes três: a fé, a esperança e o amor. O maior deles, porém, é o amor”. (I Coríntios 13.11)

O Espírito Santo o apresenta como sendo maior até mesmo que a fé e a esperança. Já parou para pensar nisso? É tão profundo que eu não vou tentar explicar. Oro para que o Senhor Jesus nos ajude a viver a sua prática.

Faça Parte da Nossa Comunidade!

Gostou do nosso conteúdo? Cadastre seu e-mail e seja informado sobre novas publicações.

Quem Deve Ser o Meu Maior Amor? 

Certa ocasião, um perito na lei levantou-se para pôr Jesus à prova e lhe perguntou: “Mestre, o que preciso fazer para herdar a vida eterna? “. “O que está escrito na Lei? “, respondeu Jesus. “Como você a lê? ” Ele respondeu: ” ‘Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma, de todas as suas forças e de todo o seu entendimento’ e ‘Ame o seu próximo como a si mesmo’”. Disse Jesus: “Você respondeu corretamente. Faça isso, e viverá”. (Lucas 10:25-28)

Ao ser questionado sobre como poderíamos ser salvos o Senhor Jesus Cristo não hesitou: “Ame a Deus!”, disse ele.

Mas não é um algo simples, qualquer. É uma devoção completa. Nele não deve ser depositado uma pequena porção de carinho. É uma entrega intensa e total. É tudo o que você tem.

O Senhor Jesus Cristo diz: ‘Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma, de todas as suas forças e de todo o seu entendimento’.

Ou seja, Deus deve ter a plenitude de pelo menos duas áreas da nossa vida:

  • Existência naturalDeus, o seu Reino e justiça devem ser o seu maior anseio e prioridade já aqui nesta Terra. Nada, nem ninguém pode disputar esse lugar de primazia com Ele.
  • Existência espiritual – Não devemos olhar para mais ninguém com o objetivo de obter respostas acerca das coisas espirituais. Não há nenhuma divindade, entidade, conhecimento, ensino, ou o que quer que seja, capaz de suprir essa necessidade. Somente Deus, o Pai de Jesus Cristo deve receber de nós culto, reverência, devoção, adoração.

O Amor ao Próximo e a Atitude

Se alguém afirmar: “Eu amo a Deus”, mas odiar seu irmão, é mentiroso, pois quem não ama seu irmão, a quem vê, não pode amar a Deus, a quem não vê. (1 João 4:20)

Os apóstolos de Jesus Cristo parecem ter aprendido a lição. Durante o ministério de Jesus o amor é um elemento essencial. Ele é a base da nova aliança. Segue algumas das frases ditas pelo Senhor Jesus:

“Como o Pai me amou, assim eu os amei; permaneçam no meu amor. Se vocês obedecerem aos meus mandamentos, permanecerão no meu amor, assim como tenho obedecido aos mandamentos de meu Pai e em seu amor permaneço”. “Tenho lhes dito estas palavras para que a minha alegria esteja em vocês e a alegria de vocês seja completa. O meu mandamento é este: amem-se uns aos outros como eu os amei. Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a sua vida pelos seus amigos”. (João 15:9-13)

No ensino de Jesus, amor ao próximo é algo essencial. Para ilustrar a sua profundidade ele contou a parábola do bom samaritano. Aonde apresenta de forma magistral como podemos ser benção na vida das pessoas em contextos diferentes e cheio de preconceitos.

Não é em vão que João amplifica o conceito dizendo: “Se alguém afirmar: “Eu amo a Deus”, mas odiar seu irmão, é mentiroso”. Ou seja, não é algo encharcado por religiosidade estéril. É cheio de atitude.

A maior carência do mundo atual é da manifestação desse sentimento de forma real, sincera e verdadeira. Pensando nisso olhe ao seu redor e veja a quem você pode dar uma demonstração, através de uma atitude concreta.

Conclusão

O amor na bíblia é algo muito mais amplo, profundo, real e sincero do que o apresentado na literatura, no mundo, nas filosofias, na ficção, enfim.

É cheio de decência, promotor da paz e disposto a sofrer o dano para promover o equilíbrio do todo. Importa-se mais com os outros do que consigo mesmo.

Não há nada maior que o amor no ensino de Jesus Cristo. Sendo assim, a minha oração é para que o Espírito Santo o desenvolva em nós, nos ajude a viver a sua prática.

Sobre esse assunto o que você gostaria de acrescentar? Quer destacar algo? Deixe seu comentário, gostaria de conhecer sua opinião. E NÃO ESQUEÇA! INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL.

Sobre o autor | Website

Diego Nascimento é membro da Primeira Igreja Batista de João Pessoa, estudante de Teologia e Administração. Seu amor por Jesus o inspirou a fundar esse site.

Faça Parte da Nossa Comunidade!

Gostou do nosso conteúdo? Cadastre seu e-mail e seja informado sobre novas publicações.

  • André Fellipe

    Parabéns pelo texto Diego. Deus continue a te abençoar e te usar para a propagação da sua Palavra. Abraço

    • Diego Nascimento

      Obrigado André!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.